IPParaíso

A Igreja Presbiteriana de Paraíso do Tocantins


É uma comunidade cristã, evangélica, reformada e comprometida em anunciar o Reino de Deus, educar para a vivência cristã, assistir o ser humano em suas necessidades. Uma igreja empenhada em ser acolhedora para receber você e sua família. A Igreja Presbiteriana de Paraíso do Tocantins está presente na comunidade paraisense desde 1962, e tem participado ativamente da historia de nossa cidade cumprindo o seu papel e a sua missão como agência do Reino de Deus.

Fundada no inicio dos anos 60 pelo Reverendo José Gonsalves Siqueira e pela sua esposa Dona Rute Siqueira, a Igreja Presbiteriana de Paraí­so é também a primeira Igreja a começar com instituição educacional (Escola Presbiteriana) e hoje tem o Instituto Presbiteriano Vale do Tocantins com centenas de alunos. José Siqueira instalou a Igreja Escola em prédio na esquina da Rua Tapajós com a Rua Amancio de Moraes onde funcionou até o ano de 1.965, tendo como suas primeiras professoras, Dona Rute, Irmã Diva, Terezinha Barbosa, Emília Luz, Rita Barros dentre outras. Em meados da década de 60, José Siqueira começou a construir a Igreja Presbiteriana onde se encontra hoje e varias salas de aulas anexas para melhor agregar os inúmeros alunos que procuravam esta instituição de ensino.

Histórico da Igreja Presbiteriana de Paraí­so do Tocantins


Vários anos se passaram, desde o dia 11 de Novembro de 1978 até a data de hoje. Na referida data a Igreja Presbiteriana de Paraíso foi organizada em Igreja, pois até aquela data era apenas uma Congregação, mas com uma consistente história de trabalhos e ações na cidade e municípios próximos.

A história da Igreja Presbiteriana de Paraíso é rica em detalhes e realizações, e após consultar livros de atas antigos do arquivo histórico da Igreja, a emoção, alegria e lágrimas de contentamento se misturam no interior daqueles que amam a obra missionária e desejam ver o bom andamento da Igreja do Senhor.

Alguém já disse que um povo que desconsidera a sua história e o seu passado é um povo pobre, Infeliz e sem perspectivas para o futuro. E para não sermos enquadrados nesta situação é necessário conhecermos e considerar a nossa história e o nosso passado para que possamos ver a atuação de Deus na história da Igreja Presbiteriana de Paraíso, pois um povo que esquece seu passado pode dificilmente construir sua identidade no presente.

O nosso intento neste pequeno espaço informativo é tentar resgatar na nossa memória aquilo que foi esquecido nos nossos livros e atas de registros históricos. Desejamos trazer a memória dos membros mais novos que uma Igreja é formada, criada e desenvolvida por homens e mulheres que tiveram coragem de entregar-se incondicionalmente para serem instrumentos nas mãos de Deus e não somente sofrerem o passar da história, mas também fazer a história.

Vejamos alguns dados e fatos históricos relatados brevemente


1. Plantação da Igreja: Após visitas esporádicas de um missionário leigo residente em Cristalândia, Silas Inácio Ramos (depois ordenado pastor), a Missão Presbiteriana no Brasil - Região III, enviou no inicio de 1962, o Missionário José Gonçalves de Siqueira (hoje pastor da 1ª Igreja Presbiteriana de Gurupi), recém formado do IBEL para lançar as primeiras bases da Igreja propriamente dita.


2. Construção do 1º Templo: As primeiras reuniões de culto e as primeiras aulas da Escola Primária, foram realizadas num salão adaptado e pequeno nas imediações do atual Mercado Municipal. Nessa época, quando a Rodovia Belém-Brasília estava sendo construída, era construído, como muita luta, o 1º Templo pelos meados de 1963 a 1965.


3. Pastores e Obreiros até a Organização da Igreja: Desde 1968, outros obreiros fiéis serviram aqui nas labutas do Evangelhos, e entre eles podemos citar: Sr. Vicente Francisco, Sr. José Agnelo da Silva, Rev. Joaquim de Brito Cabral, Rev. Francisco Antônio Maia, Rev. Valter Graciano Martins, Rev. Rubens Ferreira Ferraz, Rev. Louis Sherwood Taylor, além de outros.


4. Organização da Igreja: A Comissão Organizadora da Igreja foi composta pelos seguintes membros: Rev. Loius Sherwood Taylor (Presidente), Presb. Norival Augusto Monteiro (IPB Ceres), Rev. Valter Graciano Martins. A Igreja foi organizada no dia 11 de Novembro de 1978 com 137 membros comungantes e 110 membros não comungantes. Na ocasião a Igreja era composta também das Congregações de Rosalândia e Miranorte.


5. Primeiro Conselho: Na ocasião da organização da Igreja foram eleito e ordenados para o presbiterato os seguintes irmãos: Manoel Ferraz de Lima, Rubens F. Ferraz, José Joaquim de Oliveira (Joca), Jandi Domingos de Carvalho, Nermísio Santana de Araújo, Francisco Zeudes Ribeiro (Miranorte);


6. Primeira Junta Diaconal: Foram eleitos e ordenados para o diaconato os seguintes irmãos: Valdeci Pereira dos Santos, Benjamim Bispo dos Santos, Arseno Santos Reis, Manoel Gomes de Almeida.


7. Fatos Históricos Interessantes: 1) A União Presbiteriana de Homens - UPH, foi Organizada em 31/12/1967 - a Diretoria foi composta por: Presidente: Custódio Barbosa: Vice-presidente: José Joaquim de Oliveira (Joca); Secretário: Vicente Francisco da Silva e Tesoureiro: Antônio Francisco Vaz; 2) A primeira Mesa Administrativa da Igreja foi organizada pelo Rev. Valter Graciano Martins em 02/03/1965 que foi composta pelos seguintes irmãos: Antônio Vaz, Manoel Ferraz de Lima, Valdoisto Ferraz de Lima e José Joaquim de Oliveira (Joca) ; 3) O primeiro registro no livro de Atas de Casamento foi do casal: Lélio Romens Araújo Lopes e Maria Imaculada da Silva Castelo no ano de 1982 o qual foi registrado pelo Rev. José Umbelino, lembrando que provavelmente houve outros casamentos na Igreja antes desse, mas que este foi o primeiro a ser registrado em livro específico de Atas de Casamento.

Outros fatos históricos ocorreram neste período e que infelizmente não estão registrados em atas ou livros, mas que ficaram gravados na memória dos que fazem parte da Igreja Presbiteriana de Paraíso desde longas datas.


Rev. Laudemiro Barros